Sábado, 12 de Janeiro de 2008

Projectos da CRIE

Este trabalho foi realizado nas nossas aulas, em grupos...
Estava com dificuldades em coloca o power point aqui o blog, as finalmente percebi como se faz e até é fácil.. Já agora. para quem ainda não sabe, como eu até à pouco, basta clicar em embed, para copiar o código, ou então podem ir a slideshare, criar uma conta, colocar ou copiar os códigos os trabalhos que quiser...
Este trabalho fala de alguns projectos interessantes desenvolvidos pela CRIE...

publicado por Filipa Monteiro às 14:05
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2008

"N pxebe nd d k tou a dixer..."

"O Internetês é uma linguagem surgida no ambiente da Internet, baseada na simplificação informal da escrita, com o objetivo principal de tornar mais ágil, rápida, a comunicação, fazendo dela uma linguagem taquigráfica, fonética e visual. Abreviações, simplificações, símbolos criados por combinação de caracteres, símbolos gráficos próprios e uma grande diversidade de recursos de comunicação por imagens utilizados na internet são as principais características encontradas nas mensagens que utilizam esta linguagem." (wikipedia) 

Esta nova forma de comunicar é mais um dos abismos existentes entre os nativos e os imigrantes digitais... Os professores não compreendem, muitas vezes, o que os seus alunos dizem. Alguns deles consideram, até, que o Internetês é um desrespeito à língua Portuguesa. De facto, esta realidade já ultrapassou as fronteiras da Internet e começa a influenciar as aprendizagens. No entanto, não podemos criticar os nativos digitais por fazerem uso desta linguagem, apesar desta ser simplificada e pobre de regras gramaticais e linguísticas, é uma forma de tornar a comunicação mais rápida aproveitando mais o tempo e o espaço.  

O Internetês não tem de ser uma ameaça para a aprendizagem dos alunos, como diz Sylvia Bittencourt (Professora de Língua Portuguesa e Literatura): "Como tudo na vida, é preciso ter bom senso e saber a hora de usar as coisas".  

(http://www.novomilenio.inf.br/idioma/20050530.htm 11/01/08)


publicado por Filipa Monteiro às 19:29
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2008

Inovação no Ensino

 

 

Este vídeo retrata a integração dos quadros interactivos nas escolas, podem ser muito úteis para motivar os alunos e tornar as aulas mais atractivas. A escola não pode ficar parada face ao desenvolvimento da tecnologia, pelo contrário deve estar a par de todo o desenvolvimento... Espero, realmente, que o objectivo de colocar estes quadros em todas as salas de aulas seja cumprido... É um passo positivo para a nossa educação e, por consequência para o futuro do nosso país.  

sinto-me:

publicado por Filipa Monteiro às 16:50
link do post | comentar | favorito

Quadros Interactivos

A aula de Educação e Multimédia de hoje foi uma aula diferente... e muito interessante! O Doutor Paulo Moreira falou-nos de quadros interactivos na sala de aula e da sua utilização. Esta é muito simples e assemelha-se à utilização que fazemos usualmente com o rato no computador. Penso que a utilização dos quadros interactivos pode ser muito vantajosa para a explicação de alguns temas já que é possível usar modelos e guardar todas as alterações que se vão fazendo no quadro, sendo possível recuperar todas os trabalhos realizados tanto por alunos como por professores. 

Espera-se que em 2010 exista um quadro interactivo em cada sala de aula e que esta ferramenta seja usada com naturalidade para melhorar o ensino :). Neste quadro é possível trabalhar-se como num quadro convencional com a utilização duma caneta própria para o efeito ou então como se de um computador se trata-se. 

Como futura professora (espero vir a sê-lo) acho esta ferramenta muito interessante e dinamizadora, para além de que evita o barulho e o pó do giz no quadro e não existe necessidade de apagar nada do que foi escrito para se continuar a aula. 


publicado por Filipa Monteiro às 15:13
link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Janeiro de 2008

Exemplo de Professor

Duas ou três horas livres... Fui até ao google tentar encontrar qualquer coisa interessante sobre matemática e tecnologias... De site para site, acabei por descobrir uma entrevista a um professor de matemática: o professor Arsélio Martins "defensor da escola pública, é um forte interventor cívico dialogando com os alunos, falando com as famílias, participando em conferências e programas de rádio, escrevendo em jornais e mesmo no ciberespaço. As novas tecnologias são aliás uma aposta deste professor para a inovação.". Este professor ganhou o Prémio Nacional de Professores, e pelo que li, parece ter ideias muito interessantes sobre o ensino da matemática. 

Defende a matemática como um jogo, "Ligar a matemática a tudo o resto pode dar a ideia da matemática como parte de outra coisa, como parte da cultura geral, como a coisa mais natural do mundo - a brincadeira - um mapa de regras do grande jogo, esse jogo social em que todos temos de jogar." 

Existem professores que inspiram, não sei se é o caso, pois uma entrevista não chega para perceber quem é esta pessoa, mas parece ser, sem dúvida, alguém que ama o que faz e que luta pelos seus alunos. 35 anos de trabalho não o fizeram desistir nem desanimar, pelo contrário, parece ser alguém muito actual e com muita força e vontade de ensinar. É uma entrevista interessante se tiver tempo e curiosidade dê lá um saltinho  

 


publicado por Filipa Monteiro às 00:51
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Janeiro de 2008

Feliz 2008!!!

Neste dia, sentimos sempre que é um dia de recomeço, e apesar da chuva (sim, porque em Famalicão chove!!!) é um dia de esperança e de sonhos... Sonhamos com um novo ano, com novas visões, novas oportunidades... Decidimos fazer mudanças nas nossas vidas, corrigir erros, trabalhar os nossos defeitos, reconhecer as nossas fraquezas, os nossos limites... Só assim, reflectindo seriamente sobre quem somos e até onde já fomos capazes de ir, seremos capazes de ir mais além, e ultrapassar as fronteiras...  

Ter consciência dos nossos limites não significa reduzirmos-nos a eles, sonhar, é isso mesmo, é estar um passo á frente dos nossos limites (e é possível ultrapassar os obstáculos). Podemos sempre dar um pouco mais de nós, pois cada pessoa tem em si uma fonte inesgotável de capacidades mal aproveitadas... 

Nesta altura pensamos no que queremos fazer mas não andamos a construir "castelos no ar", existe uma caminhada para trás, que (a bem ou a mal) faz parte de nós, de quem somos, do que fizemos e do que temos. Nesta caminhada nunca andamos sozinhos (felizmente) e por isso quero dedicar este post às pessoas que fizeram parte desta caminhada comigo, especialmente no último ano... Professores, colegas, à minha FAMÍLIA e uma atenção especial para os meus amigos mais próximos que "aturam" as minhas "birras"... a todos 

MUITO OBRIGADA e FELIZ 2008!!! 

sinto-me:
tags:

publicado por Filipa Monteiro às 16:09
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Se queres ver mais... Força... Vai aos meus arquivos (na barra lateral), lá encontrarás todos os post's organizados pelo mês em que foi colocado :)

Há... e já agora... comenta, para eu saber se gostas-te... ;)

.Quem sou eu?? Eu!


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Nova etapa

. Só o Zé Carlos nos compre...

. "A tartaruga em cima de u...

. CARTA DE UM MATEMÁTICO (...

. tangram

.meus arquivos

. Agosto 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.links