Domingo, 20 de Julho de 2008

Lição de matemática caseira!

Um dia, andava eu no 8º ou 9º ano, estava a mostrar um teste de matemática ao meu pai que por acaso tinha corrido mais ou menos bem e estava assim meia convencida de que percebia "qualquer coisita" de matemática... Ora, o meu pai estava nessa altura a tratar de preparar o material que precisava para trabalhar (ele é taqueiro, ou seja, faz assentamentos e polimentos no chão). Diz-me ele então:

- Já que percebes de matemática diz-me lá quantos tacos é que preciso para fazer o chão de uma sala que tem 3 metros por 4?

Ora, eu achei que a pergunta era muito fácil... o que é que eu fiz? Peguei num taco, calculei a área do taco, depois calculei a área da sala e dividi a área da sala pelo área do taco... e pronto para mim o número que dava era o número de tacos...

Diz o meu pai:

- Uiii!!! A tua matemática está muito estranha.... mesmo sem fazer as contas sei que preciso de mais tacos, isso não chega...

Eu ainda o tentei convencer que estava certa... que comprar mais era desperdiçar tacos mas ele mandou-me fazer as contas outra vez...

Eu voltei a fazer as contas... e estava certo, mas o meu pai já não era novo neste trabalho se ele dizia que não chegava lá devia ter a sua razão...

E eu fiquei a pensar no assunto...

No dia seguinte, estava o meu pai a fazer uma amostra (a assentar uns tacos no quadrado pequeno para mostrar como ia ficar) e foi aí que eu percebi porque é que a minha matemática "chocava" com a dele... É que ao colocar os tacos no chão quando chegava á berma ele tinha que cortar os tacos á medida de forma a caberem, e o que restava dos tacos ia para o lixo porque não podia assentar bocados.... nos meus cálculos eu não tive esses restos em atenção daí que o meu pai ia precisar realmente de mais tacos...

Acho que foi nesse dia que eu percebi que a matemática não é só saber fazer cálculos é essencialmente saber pensar!!! :) e por isso é que estudar matemática nunca é demais... mesmo que às vezes custe um bocado... :p


publicado por Filipa Monteiro às 19:37
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 10 de Julho de 2008

Escola da Ponte

 


Também já estive na escola da Ponte (numa visita com as minha colegas de curso e com um professor que me ensinou muitas coisas) e a pedagogia que lá se usa é surpreendente!!! É uma escola diferente que tem realmente em atenção o ritmo de aprendizagem de cada aluno... No entanto, depois de termos visitado a escola o professor que nos acompanhou fez-nos duas perguntas:

1) Gostavam de dar aulas naquela escola?

A maior parte de nós respondeu que sim, gostávamos de experimentar o modo como funcionava e agradou-nos a proximidade com os alunos, a relação pedagógica e a autonomia que se estimula nos alunos...

2) Um dia, quando tiverem filhos, colocarão lá os vossos filhos?

A questão anterior fez-nos pensar mas esta fez muito mais.... Qualquer pai ou mãe quer o melhor para o seu filho e deseja que o seu ritmo seja respeitado, que se torne autónomo e crítico relativamente ao mundo que o rodeia... Mas surgiu outra questão, o que acontece a estes alunos quando saem deste ensino e vão para o secundário noutra escola? Onde são obrigados a fazer testes e exames! Onde o seu ritmo não é tão respeitado! Onde a sua opinião não é tão valorizada! A maior parte deles deve ter muitas dificuldades de adaptação... Podem ser pessoas muita capacitadas, mas com sérios problemas em estudar no ensino público português actual... desta forma a maior parte de nós respondeu que não colocaria os seus filhos na escola da Ponte. Não por culpa da escola da Ponte mas por culpa do sistema de ensino actual...

 

Bom seria que existissem mais escolas a seguir este exemplo para que a escola da Ponte deixasse de ser uma "ilha do sistema educativo".... 

 


publicado por Filipa Monteiro às 17:12
link do post | comentar | favorito

"Quem se mete em atalhos... mete-se em trabalhos"

 

Parabéns Matheus..

Tenho que admitir que este miúdo sabe aplicar fórmulas de resolver operações matemáticas de forma simples.

Mas atenção!!!!

Será que podemos generalizar todos estes cálculos??? Será que os métodos utilizados servem para quaisquer números????

Outra questão sobre estas técnicas: será que ele percebe o porquê de funcionarem? E nós somos capazes de perceber porque é que estes cálculos estão correctos????

Sobre o calculo das percentagens... 43% de 4700 é igual a 43%  de 3789????? O método apresentado apenas tem considera o segundo algarismo e os outros??? e se o número tiver apenas um algarismo??? podem surgir muitas dúvidas... estudar estas dúvidas pode não ser simples mas é, sem dúvida, muito interessante.

Para mim a matemática é linda... (não me refiro aos cálculos, ninguém gosta de encher uma folha inteira para fazer um cálculo!) a beleza está em perceber os porquês... truques e receitas são pouco interessantes... o que me desperta a paixão pela matemática é saber se estes truques se podem generalizar, quando falham e porquê????

O truque das mãos é giro, e até é fácil de perceber, mas se complicarmos os números pode não dar jeito... e aí convém saber outras técnicas... mas aqui ficam algumas bem engraçadas que podem ser utilizadas se forem percebidas... é muito importante compreende-las...

Gostava de ver comentários a este vídeo...


publicado por Filipa Monteiro às 15:28
link do post | comentar | favorito

Se queres ver mais... Força... Vai aos meus arquivos (na barra lateral), lá encontrarás todos os post's organizados pelo mês em que foi colocado :)

Há... e já agora... comenta, para eu saber se gostas-te... ;)

.Quem sou eu?? Eu!


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Nova etapa

. Só o Zé Carlos nos compre...

. "A tartaruga em cima de u...

. CARTA DE UM MATEMÁTICO (...

. tangram

.meus arquivos

. Agosto 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.links